O Janeiro de Grandes Espetáculos tem espetáculos com audiodescrição e Libras Dias 08, 19, 21 de janeiro e 01 de fevereiro.

Pessoas com deficiência pagam meia entrada!

O 26 Janeiro de Grandes Espetáculos tem apresentações com Libras e audiodescrição, de diferentes gêneros, são elas:

Dia 08 às 19h30, Noites sem fim. Show de Geraldo Maia, Gênero: MPB, Livre Teatro de Santa Isabel
Sinopse- Geraldo Maia homenageia Capiba através de uma amostra da larga obra desse pernambucano de Surubim.

O repertório privilegia valsas, sambas, guarânias e maracatus mais do que o Capiba dos frevos.

Dia 19 às 16h, Doutores da Alegria em cenas curtas, Gênero: comédia, livre. Teatro Marco Camarotti
Sinopse- A arte do palhaço no universo da saúde. A peça reúne números de palhaços – alguns inspiradas em situações e histórias que aconteceram nos hospitais, outros nas pesquisas de linguagem dos artistas. Muita bobice e risada, com trilha sonora ao vivo, para crianças e adultos de todas as idades.

Dia 21, às 18h, Proscenium! Gênero: Teatro Jogo, 12 anos. Teatro de Santa Isabel
Sinopse- Fantasmas tentam evitar a destruição da casa de espetáculos onde moram. Trata-se de uma experiência imersiva e sensorial pelas dependências do Teatro de Santa Isabel, unindo o poder do fazer teatral às narrativas de jogos de RPG.

Dia 01/02 às 20h, A Mulher Monstro Gênero: Tragicomédia, 14 anos- Teatro Marco Camarotti
Sinopse- Inspirada no conto Creme de Alface, de Caio Fernando Abreu, e na poética da Mulher Monga, a peça denuncia expressões e atitudes radicalistas, fundamentalistas e segregacionistas do cotidiano. Aborda a discriminação social em tempos de alienação e ira. A dramaturgia impacta posições de opressão, assédio, egoísmo e medo, tocando em questões urgentes de gênero.

Vá ao teatro, é ao vivo!

Acessibilidade será realizada pela COM Acessibilidade Comunicacional

O Janeiro de Grandes Espetáculos tem o incentivo do Funcultura /Fundarpe/ Secretaria de Cultura/ Governo de Pernambuco, patrocínio da Prefeitura do Recife, Copergás e SESC Pernambuco, apoio da Companhia Editora de Pernambuco – CEPE, TV Globo, TV e Rádio Universitária e Pontes Culturais. Parceiros: Casa Maravilhas, Espaço Cabras de Lampião e Espaço Fiandeiros. Produção Executiva: Fervo Projetos Culturais, Roda Cultural e Cordas Cênicas. Produção Geral: Paulo de Castro. Realização: APACEPE. #pratodomundover #pracegover Sobre fundo branco, em vermelho, “Espetáculos com acessibilidade”. Abaixo, os símbolos da audiodescrição e da Libras. No canto superior direito, vigésimo sexto JGE. Logo abaixo, uma tabela com duas colunas e quatro linhas. Uma coluna estreita com as datas e a outra com uma foto retangular em cada linha. Nas fotos, sobre fundo preto, rostos de pessoas, o nome do espetáculo em amarelo e o local em branco. “08 de jan”, foto do cantor Geraldo Maia da testa até os ombros. Ele tem pele clara, usa óculos de aro retangular marrom e uma jaqueta azul com brilho prata. A mão direita segura o microfone perto da boca, enquanto a esquerda está levantada e levemente espalmada próxima ao rosto. Ao lado, “Noites sem fim, Teatro de Santa Isabel”; “19 de jan”, foto de mulher com um nariz de palhaço vermelho. Ela usa boina quadriculada vermelha, estilo detetive, está com os olhos fechados e um riso nervoso. Ao lado, “Doutores da Alegria em Cenas Curtas, Teatro Marco Camarotti”; “21 jan”, foto de um rapaz com o rosto e roupa branca. Está iluminado com luz azulada de projetor. Tem os braços para frente e a boca entreaberta. Ao lado, “Proscenium! Teatro Jogo, Teatro de Santa Isabel”; “01 fev”, foto de um rosto feminino do nariz para cima. A personagem tem cabelos louros repartidos ao meio, olhos arregalados com cílios postiços e o rosto maquiado. Ao lado, “A Mulher Monstro, Teatro Marco Camarotti”. No rodapé, janeiros de grandesespetaculos.com